ALERJ APROVA REAJUSTE DE 8% NO PISO REGIONAL

A ALERJ votou hoje (16) o piso regional para o ano de 2017. Após o Governador ter enviado uma proposta muito abaixo da pedida dos trabalhadores, o índice de aumento de 8% retroativo à janeiro foi aprovado. O texto, no entanto, ainda não irá à sanção pois existem emendas a serem votadas.

Entre as emendas que estão para ser votadas, se destaca a emenda da Deputada Estadual Enfermeira Rejane (PCdoB) que inclui a categoria dos jornalistas entre as que passam a ter um salário mínimo regional estipulado em lei. A categoria, que conseguiu a vitória de ser inclusa no piso em 2015, se viu alijada desse benefício por uma manobra das grandes empresas de comunicação em conjunto com o Governo do Estado.

Durante a votação do piso, hoje, ao notar que a inclusão dos jornalistas seria aprovada, a bancada do governo se retirou do plenário, acabando com o quórum da seção. Essa e outras emendas devem ser votadas posteriormente e, aí sim, o projeto irá para sanção do governador. No entanto, os 8% de aumento retroativos à janeiro já são, por si só, uma grande vitória dos trabalhadores e das trabalhadoras do Rio de Janeiro.

O piso regional beneficia cerca de dois milhões de trabalhadores da iniciativa privada no estado do Rio, que não contam com um piso salarial estabelecido em lei federal, convenção ou acordo coletivo.